“A torneira gospel fechou para Kleber Lucas e Leonardo Gonçalves”, diz pastor Anderson Silva

Mensagens


O pastor Anderson Silva fez uma série de críticas aos cantores Kleber Lucas e Leonardo Gonçalves pelos posicionamentos ligados à esquerda política que ambos defendem.

Ao comentar sobre a polêmica da semana que envolve a interpretação do cantor de “Deus Cuida de Mim” sobre um hino da Harpa Cristã que, para ele, tem ideias racistas, o líder da “Machonaria” fez questão de dizer que Kleber Lucas busca um lugar no nicho secular.

“A torneira gospel fechou para Kleber Lucas e Leonardo Gonçalves já faz um tempo. Eles estão apenas desbravando novos nichos de mercado!”, disse.

Silva extende a crítica ao cantor Mauro Henrique, ex-vocalista da banda Oficina G3, que lançou uma música criticando as igrejas que não pregam o amor, mas um “deus de ódio”.

“Eles precisam criar uma narrativa e um deus politicamente correto que seja aceito pelo cultura! Mauro Henrique começou a descer a ladeira junto”, pontuou.

Vida particular

Na crítica, Anderson Silva critica a vida particular de Kleber Lucas que se divorciou três vezes para desmerecer seu posicionamento político.

“Kleber Lucas precisa de um deus negro, pois o Deus bíblico repudia completamente sua história de vida. Como ele não aceita humildemente arrepender-se e arcar consequências como o Rei Davi, ele cria um deus de estimação incapaz de conduzi-lo ao arrependimento”.

Redação Exibir

Comentários