Atiradores invadem vigília de Páscoa na Nigéria

Mensagens


Um menino foi morto e três cristãos foram sequestrados

A igreja pentecostal Akenawe realizava uma vigília de oração no último domingo, 02 de abril, quando foi atacada no estado de Benue, Nigéria. Um menino cristão foi morto e muitos membros ficaram feridos, incluindo o líder da igreja, que foi raptado com outros dois cristãos pelos extremistas.  

O porta-voz do governo local confirmou o incidente, mas não nomeou os responsáveis pelo ataque. Suspeita-se que os fulani, um grupo extremista islâmico que atua em vários países africanos, tenha comandado o atentado. 

Segundo o jornal nigeriano Herald, o porta-voz disse que “No final da madrugada, ao primeiro raiar do dia, a igreja foi cercada por homens armados. Os cristãos locais estavam em vigília, orando, quando o ataque começou. Três pessoas foram sequestradas, um menino foi morto, duas pessoas foram feridas por um facão e estão se recuperando no hospital e outros tiveram ferimentos leves”. 

O pastor Gwadue Kwahtyo estava conduzindo uma vigília de oração quando o atirador invadiu a igreja disparando para todos os lados. Eles estavam celebrando o Domingo de Ramos e se preparando para o culto de Páscoa no próximo domingo.   

Sequestros em Kaduna  

O ataque do domingo não foi o único atentado na semana de Páscoa. Na última terça-feira, 4 de abril, um grupo não identificado sequestrou oito estudantes de uma escola pública de Ensino Médio no estado de Kaduna. Os alunos estavam voltando para casa quando o ataque aconteceu. Com exceção das oito vítimas do sequestro não se sabe o total de alunos que estavam no local quando o rapto aconteceu.  

O governador do estado de Kaduna, Nasir el-Rufai, disse que não está medindo esforços para resgatar as vítimas. Ainda não ficou claro se os estudantes eram cristãos e não há informação sobre o motivo do sequestro. E sabe-se que os sequestros são uma estratégia dos extremistas para afetar os cristãos nigerianos.  

A Nigéria é o 6º país da Lista Mundial da Perseguição 2023, que classifica os 50 países em que os cristãos são mais perseguidos. Segundo dados do documento, 5.621 cristãos foram mortos entre outubro de 2021 e setembro de 2022. 89% dessas execuções aconteceram na Nigéria.

Seja #umcomeles 

As celebrações de Páscoa reúnem inúmeros cristãos nas igrejas e os extremistas aproveitam essa oportunidade para realizar ataques letais. Ajude a Portas Abertas a acolher e oferecer cuidados pós-trauma para vítimas desses ataques. Conheça a campanha Um Com Eles e saiba como ajudar.  

Pedidos de oração 

  • Peça a Deus que proteja os cristãos de ataques dos grupos extremistas durante as celebrações da Páscoa na Nigéria. 
  • Interceda pelos extremistas para que conheçam a graça transformadora de Jesus. 
  •  Peça a Deus que console a família do menino cristão assassinado.  
  • Ore pela recuperação dos feridos e para que os cristãos sequestrados sejam libertos em breve

Comentários