Brasileiros que moram sozinhos continuarão recebendo as parcelas de R$ 600 do Bolsa Família?

Mensagens


O programa Auxílio Brasil passará por algumas mudanças, a começar pelo nome, que passará a ser Bolsa Família. Isso porque o novo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) volta a adotar as práticas de programação de seus anos presidenciais e aqueles que moram sozinhos devem se preocupar. Entenda mais sobre o assunto abaixo.

sozinhos bolsa família
Brasileiros que moram sozinhos podem ter Bolsa Família – Imagem: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Segurados sozinhos podem continuar recebendo o Bolsa Família?

No antigo governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), as famílias unipessoais passaram a receber os mesmos benefícios das famílias com mais pessoas, como casal e filhos, no programa Auxílio Brasil. Assim, as mudanças no programa afetarão inicialmente as pessoas que moram mais sozinhas.

Isso porque o Governo Federal já mostrou que está atento a esse tipo de registro, com aumento atípico entre setembro de 2021 e agosto de 2022. Com isso, a equipe de transição de Lula alertou para uma possível fraude.

Por enquanto , o ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias, anunciou que os cadastros de todas as pessoas cadastradas no CadÚnico passarão por um “pente fino” em busca de documentos fraudulentos. Famílias registradas como unifamiliares para receber mais de um benefício devem atualizar seus dados corretamente ou correm o risco de perder o benefício do Bolsa Família.

Assim, o beneficiário que tiver problemas cadastrais deve procurar imediatamente os Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) para comprovar que tem direito ao Bolsa Família com o novo valor que já pode começar nesses meses.

Indivíduos que realmente se qualificam podem continuar recebendo. No entanto, outra crítica feita à equipe de transição foi que as famílias multipessoais recebiam o mesmo valor que as unipessoais. Embora nada tenha sido confirmado, é possível que o governo reduza o número de pessoas solteiras.

A transição do Auxílio Brasil para o Bolsa Família não deve excluir nenhum beneficiário que atenda aos critérios de elegibilidade. Assim, as pessoas cadastradas no um recebem automaticamente o outro.

No entanto, é importante que esses beneficiários conheçam as regras e cumpram os requisitos para receber o Bolsa Família. O não cumprimento pode resultar em cancelamento ou suspensão.

Veja também: Afinal, como saber se vou RECEBER o novo Bolsa Família? Descubra!

Pagamentos poderão ser maiores

Segundo a equipe de transição, o governo poderia pagar valores mais justos às famílias apoiadas pelo programa social do que não repassar. No entanto, a lei determina que a indenização mínima garantida seja de R$ 00, enquanto as demais famílias receberão R$ 600, que o novo governo já garante além do limite de gastos.

As famílias com filhos menores de 6 anos em seu grupo familiar receberão uma bolsa adicional de R$ 150, conforme prometido pela campanha do presidente Lula. Para o novo governo, esses valores ajudam a diminuir a vulnerabilidade social de famílias com filhos em situação de pobreza.

O novo governo vai manter o Bolsa Família em R$ 600 para famílias com mais membros e pagar R$ 150 como informado , isso vale para cada criança de até 6 anos regularmente matriculada em instituição de ensino e com a carteira de vacinação em dia. Por isso, as famílias devem ficar atentas às novas demandas dos próximos dias.

Veja também: Aprenda a VERIFICAR o seu cadastro no Bolsa Família e descubra se você vai receber normalmente



Source link

Comentários