Casal cristão sobrevive a linchamento na Índia

Mensagens


Casal cristão Krishna e Asha não desistiram de seguir a Jesus, apesar da perseguição na Índia (Foto: Portas Abertas)
Casal cristão Krishna e Asha não desistiram de seguir a Jesus, apesar da perseguição na Índia (Foto: Portas Abertas)

Desde que conheceu Jesus por meio de um colega de faculdade na Índia, Krishna* entendeu que deveria trabalhar para expandir o Reino de Deus. Seu sustento viria do pai celestial, que cuidaria de todas as suas necessidades.

Ele e a esposa Asha* começaram uma igreja onde moram e muitas pessoas começaram a se juntar a eles. Porém, esse crescimento chamou a atenção de radicais hindus, ao ponto de invadirem a congregação e o acusarem de forçar conversões.

Mas a violência não ficou apenas em palavras, os extremistas levaram o pastor para fora da igreja e o entregaram para morrer nas mãos de uma multidão com 100 radicais hindus. Asha viu o marido ser agredido e correu para socorrê-lo, mas também recebeu socos e chutes.

“Não fazia muito tempo que eu tinha feito uma cirurgia no estômago e os pontos não tinham cicatrizado completamente; os radicais me empurraram e me chutaram perto da área da cirurgia e instantaneamente começou a sangrar. Mas eu vi meus filhos chorando e gritando, e tive que deixar de lado minha dor e cuidar deles e de meu marido”, relembra.

Pela graça de Deus, o casal cristão sobreviveu e foi levado para o hospital. Enquanto estavam internados, foram apoiados pelos parceiros locais da Portas Abertas com assistência médica. Além disso, receberam socorro imediato durante a pandemia de COVID-19 e foram ajudados a começar uma pequena loja de roupas.

*Nomes alterados por segurança.

Fonte: Portas Abertas





Source link

Comentários