Convidados internacionais e cantores e missionários participam do culto de 45 anos da Portas Abertas

Mensagens


Johan Companjen e Timothy Cho nos ajudarão a entender os desafios atuais da Igreja Perseguida

A data do culto de aniversário de 45 anos da Portas Abertas está se aproximando. No dia 6 de maio, teremos a alegria de receber um dos fundadores da Portas Abertas, Johan Companjen, e Timothy Cho, um cristão nativo do país mais perigoso para os cristãos em 2023, a Coreia do Norte.   

Os preparativos já começaram com a confirmação dos cantores Luciano Claw e Jeremias Lyu, e o anúncio do lançamento de um novo livro do Irmão André. Todo esse movimento tem um propósito: glorificar e engrandecer o bondoso Deus que tem sustentado o trabalho da Portas Abertas em apoio à Igreja Perseguida por meio da vida de nossos parceiros leais e generosos.  

Para Marco Cruz, secretário-geral da Portas Abertas no Brasil, este será um momento muito especial de também relembrar os fundadores da Portas Abertas, o Irmão André e a Irmã Elmira. “Os dois partiram para Jesus no mesmo ano, em 2022, e pensar no legado, exemplo de força e coragem e todos os ensinamentos que nos deixaram nos dá o senso de responsabilidade, continuidade e nos emociona muito”.

Fundação

Ao falar da fundação da Portas Abertas, o primeiro homem em quem pensamos é o conhecido Irmão André. De fato, tudo começou com as viagens do Contrabandista de Deus levando Bíblias para o Leste Europeu para detrás da Cortina de Ferro.  

Mas a organização da Portas Abertas não foi trabalho exclusivo do Irmão André. Ele recebeu o apoio de outros três irmãos em Cristo para defender a causa da Igreja Perseguida de maneira organizada e internacional. Johan Companjen foi um desses homens.  

Johan nasceu na Holanda, fez parte da escolha dos valores centrais da missão e ocupou o cargo de presidente da Portas Abertas Internacional até 2011, quando se aposentou com 65 anos. Ele e a esposa fizeram muitas viagens pelo mundo representando a causa da Igreja Perseguida.  

Ele também teve o privilégio de caminhar ao lado do Irmão André, inclusive em muitas viagens missionárias, e agora representa o legado iniciado pelo Irmão André e que somos desafiados a manter ainda hoje. Participe do culto de 45 anos para saber mais.   

Timothy Cho  

Timothy Cho foi abandonado pelos pais durante a Marcha Árdua, a pior fome na Coreia do Norte na década de 1990. Ao ser deixado para trás, além de gerar o sentimento de abandono, tornou Timothy o “filho de traidores”. Isso impediu que ele frequentasse a escola e o obrigou a morar na rua. Aos 17 anos, o norte-coreano fugiu para a China pela primeira vez, mas foi pego e deportado para a Coreia do Norte. 

Após seu retorno, ele foi preso e torturado e ainda carrega cicatrizes desse momento. Sobre sua experiência, ele declara: “O que eu lembro de viver na Coreia do Norte totalitária é que eu não sabia quem eu era, que escolha eu tinha. Descobri a obra de Deus quando me ajoelhei diante dele para pedir por minha sobrevivência e liberdade nas celas da prisão. Aprendi que esses sofrimentos não destroem a fé, mas a refinam”. 

Entre idas e vindas entre China e Coreia do Norte, Timothy foi preso cinco vezes até que, anos depois, conseguiu fugir para o Reino Unido, onde vive até hoje. Em segurança, Timothy conseguiu estudar e se tornou um mestre de Relações Internacionais. A liberdade permite que ele adore a Deus e mova os olhos do mundo para as violações dos direitos humanos dos cristãos perseguidos na Coreia do Norte.

Conheça-o pessoalmente no culto de 45 anos da Portas Abertas Brasil.  

Jeremias Luy e Luciano Claw no louvor

Dois convidados nos ajudarão a entoar louvores de gratidão e adoração a Deus. Um deles é o cantor Luciano Claw que junto com sua banda trabalha há alguns anos como cantor e produtor musical. Luciano cresceu em um lar evangélico e esteve envolvido com a música e o reino de Deus desde muito jovem.

Em uma conversa recente com a Portas Abertas, ele compartilhou que uma das suas grandes influências musicais é o cantor Paulo César Baruk e da importância de continuar o legado de cuidar da Igreja Perseguida, particularmente porque essa será a primeira celebração sem os nossos dois fundadores, irmã Elmira e Irmão André, que partiram para a glória no ano passado.  

Luciano nos fez lembrar da transição entre Moisés e Josué e como Deus cuidou de cada detalhe. O culto de 45 anos será uma oportunidade de reforçar a força e a coragem necessárias para continuar o trabalho urgente de assistir cristãos perseguidos.

Sul e norte-coreanos se encontram

Vindo do outro lado do mundo, o cantor Jeremias Lyu compartilha da mesma fé e expectativas de Luciano. Jeremias nasceu na Coreia do Sul, em um lar missionário que veio para o Brasil quando ele tinha sete anos.

Ele não será o único cristão coreano que receberemos nessa noite. Em uma oportunidade rara, poderemos ver um cristão sul-coreano e um cristão norte-coreano, que foi perseguido durante anos juntos, em adoração e unidade.  

O contato do cantor com a Portas Abertas é recente e começou ao compartilhar a campanha de ajuda emergencial às vítimas dos terremotos na Síria e Turquia. Ao perguntarmos qual era a expectativa do jovem cantor para o culto de 45 anos essa foi a resposta:  

“Ao conhecer a equipe mais de perto, entendo o que Deus realmente fez ao longo desses 45 anos e que o culto de celebração será apenas um reflexo, uma forma de lembrar o que o Senhor tem feito e ainda fará em mais 45, 180 anos.  A Portas Abertas me despertou e me fez lembrar do chamado missionário de Deus para mim, que começou com a minha família, mas em uma missão local, e hoje tenho o olhar global com a Igreja Perseguida”.  

 Assista à transmissão ao vivo do culto de 45 anos da Portas Abertas  

Caso você não possa participar presencialmente do culto de gratidão em São Paulo, inscreva-se e receba o link da transmissão ao vivo do culto no dia 6 de maio. Dessa forma, independentemente do lugar, você fará parte desse momento histórico! 

Serviço 
Culto de gratidão 45 anos da Portas Abertas Brasil
 

Data: 6 de maio   

Horário: 19h   

Local: Igreja Batista Boas Novas   

Endereço: Rua Marechal Malet, 611 – Parque da Vila Prudente – São Paulo/SP 

ENTRADA FRANCA | TRANSMISSÃO AO VIVO 

Portas Abertas



Comentários