‘As crianças estão sob ataque’, diz ex-agente que inspirou filme ‘Sound of Freedom’

Destaque Mundo Gospel


O filme Sound of Freedom (“Som da Liberdade”, do inglês), tem causado alvoroço nos bastidores de Hollywood, e não é por acaso. Produzido pela Angel Studios, uma produtora cristã, a produção estourou nas bilheterias americanas, arrecadando mais de US$ 140 milhões de dólares em poucos dias, mais do que grandes produções da Disney.

Mas, o que parece estar mais incomodando alguns setores é o tema abordado pelo filme Som da Liberdade, que é o tráfico sexual de crianças e adolescentes. A produção foi baseada na história real do ex-agente de segurança americano Tim Ballard, que deixou o emprego para atuar no resgate de vítimas do tráfico humano.

Ao comentar sobre o sucesso do filme Sound of Freedom durante uma entrevista para a FaithWire, da CBN News, o ex-agente disse que crianças continuam sendo alvo de um sistema que visa incluí-las no mercado negro do tráfico humano, e lamentou o fato de muitos não terem uma noção precisa dessa realidade.

“Acho que vivemos em uma época em que as crianças estão sendo esquecidas. As crianças estão extremamente vulneráveis agora”, disse Ballard. “As crianças estão sob ataque. As crianças estão sendo feridas de várias maneiras. Acredito que as pessoas sentem isso.”

O ex-agente também apontou o que pode estar por trás de tudo isso. “Acredito que isso tem um contexto de guerra espiritual, e as pessoas também sentem isso”, destacou.

Mentiras contra o filme

Apesar do filme Sound of Freedom tratar de uma realidade conhecida por autoridades do mundo inteiro, muitos se levantaram contra a produção, tentando lhe associar a teorias conspiratórias. Ballard, que dedicou anos da sua vida resgatando crianças do tráfico sexual, rebateu essas acusações.

“Essas pessoas que se manifestam contra o filme estão mentindo sobre ele, e eles sabem disso. Qualquer pessoa que assiste ao filme sabe que não há nada de QAnon ou ‘próximo do QAnon’”, comentou.

O ex-agente disse que até hoje mantém contato com vítimas do tráfico humano resgatadas por ele, e que agora são pessoas adultas. Ele explicou que no momento certo pretende trazê-las para depor no Congresso americano, a fim de trazer à tona a verdade que alguns tentam esconder.

“Em breve, vamos trazê-los para os Estados Unidos para fazer uma cúpula, e convido todos os críticos, venham conversar conosco. Eu adoraria ouvi-los dizer às crianças que suas histórias não merecem ser contadas. Quero que as crianças parem de sofrer. Por meio de diferentes organizações das quais fiz parte vi tanta dor. Quero que isso pare, e vamos usar o poder deste filme”, concluiu.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id; js.async = true;
js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.8&appId=297019197061979”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));



Source link

Comentários