Criminosos sequestram filha do pastor Ramon Tessmann

Mensagens


Na madrugada desta quarta-feira, 23, a cidade de Criciuma – SC, foi abalada por um caso de sequestro envolvendo Laura Ghedin Tessmann, uma criança de 11 anos, filha do renomado empresário e pastor Ramon Tessmann. A ação dos criminosos se deu logo após o retorno da família de um jogo do Tigre.

De acordo com relatos da Polícia Militar (PM), ao tentar adentrar sua residência, a família Tessmann se deparou com o portão principal acorrentado, impedindo o acesso. Ramon, buscando uma alternativa, dirigiu-se a um segundo portão lateral. Porém, ao se aproximar da rua adjacente, foi emboscado pelos bandidos que, já à espreita, sequestraram rapidamente a menina Laura e fugiram em dois veículos, seguindo para o bairro Próspera.

Pouco tempo após a ação, um dos carros envolvidos, um Volkswagen Jetta, foi localizado em chamas no bairro Linha Batista. Detalhes chamaram a atenção dos investigadores: as placas do carro estavam adulteradas. Segundo informações da PM, a placa dianteira correspondia a um Volkswagen Pampa abandonado em um depósito de sucatas no bairro Cristo Redentor. Já a placa traseira estava associada a um Citroen C3, furtado aproximadamente 10 dias atrás.

As autoridades estão em alerta máximo. As equipes das Polícias Militar e Civil intensificaram os esforços, trabalhando conjuntamente na busca pela jovem sequestrada. A fim de garantir o sucesso das operações, a comunicação entre os departamentos está sendo realizada com extrema discrição.

A Polícia Militar faz um apelo à comunidade: qualquer informação que possa auxiliar nas investigações e na localização de Laura deve ser comunicada imediatamente através dos telefones 190 (PM) ou 181 (Polícia Civil).

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s);
js.id = id;
js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.10&appId=214840172197552”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));



Source link

Comentários