Estudo revela CURA MILAGROSA para o hábito de roer unhas e arrancar peles

Notícias


Hábitos são comportamentos que entram em nossa rotina e que se tornam automáticos. Ou seja, são ações que realizamos de forma subconsciente, repetidamente. A saber, os hábitos geralmente surgem de forma mais acentuada em momentos de nervosismo, ansiedade ou em que estamos pressionados. Por exemplo, o hábito de roer unhas e arrancar as peles dos dedos é algo comum.

Esses hábitos também podem ser chamados de compulsões físicas ou manias. Em certas pessoas, aparecem de forma mais frequente junto a sintomas de ansiedade, como preocupação excessiva, calafrios, taquicardia, dentre outros. Para saber como quebrar suas compulsões e especialmente, o hábito de roer unhas e arrancar peles, confira o texto completo.

Substitua o seu hábito de roer unhas e arrancar as peles dos dedos por outros hábitos mais saudáveis. (Foto: divulgação)

Como surgem os hábitos?

Alguns hábitos são bons e outros, nem tanto. Mas, todos eles surgem a partir da repetição de ações. Com o tempo, essas ações tornam-se automáticas, e o cérebro não precisa de esforço para realizá-la. A saber, isso é uma forma do cérebro de se poupar, tornando certas ações automáticas para que não fique sobrecarregado.

Certos hábitos são compulsões físicas, e ocorrem como uma forma de escape para situações que causam ansiedade. Ao identificar uma situação de estresse, o cérebro recebe um gatilho para realizar ações repetitivas que tragam maior conforto e uma sensação familiar. Por exemplo, o hábito de roer unhas e arrancar peles. Dessa forma, o indivíduo consegue, mesmo que momentaneamente, se acalmar e controlar a situação.

Veja também: NÃO SE ENGANE: estes 6 hábitos parecem ser saudáveis, mas literalmente NÃO são! 

Cura para hábito de roer unhas e arrancar peles, confira

Infelizmente, essa mania não é benéfica. Dependendo do nível da compulsão, a pessoa pode se machucar ao roer as unhas e arrancar as peles dos dedos. Sendo assim, é preciso tomar atitudes para acabar com este hábito. Uma das soluções milagrosas é esfregar as pontas dos dedos na palma da mão toda vez que sentir o ímpeto de realizar a ação compulsória.

A saber, de acordo com cientistas, isso é chamado de “substituição de hábito”. Este método, em teste, auxiliou 53% dos pacientes a reduzir seus comportamentos habituais.

Ao optar por substituir o hábito, o indivíduo se distrai e passa a pensar em outra coisa. Ainda, a pressão realizada na palma da mão, mesmo que levemente, alivia o estresse. Entretanto, é preciso entender que para realizar essa substituição é necessário força de vontade do indivíduo para que não volte aos seus hábitos antigos.

Ademais, existem outras alternativas comuns para parar de roer as unhas e arrancar as peles dos dedos. Por exemplo, indica-se sempre manter as unhas limpas, curtas e lixadas. Dessa forma, evita-se que as unhas grandes ou lasquinhas sejam uma forma de tentação. Também, mantenha as cutículas hidratadas e, se possível, as unhas pintadas com esmaltes coloridos ou apenas base. Por fim, é interessante identificar os gatilhos que levam a esse hábito, a fim de evita-lo.

Veja também: Roer unhas e morder: confira HÁBITOS que podem ser SINAIS de ANSIEDADE



Source link

Comentários