Médico tenta desligar os aparelhos, mas esposo entra em oração e mulher vive milagre

Mundo Gospel


O esposo de Autumn Carver, que está ao seu lado desde quando eram adolescentes, foi a pessoa usada por Deus para salvar a sua vida em um momento crucial: quando os médicos decidiram desligar os aparelhos que a mantinham viva, após ficar em estado grave na UTI – Unidade de Terapia Intensiva.

Tudo começou em agosto de 2021, quando Carver e Zach contraíram o novo coronavírus. Na época ela estava grávida, com oito meses de gestação, e as complicações de saúde começaram após ela dar a luz o seu filho.

“Disseram-me que ela tinha zero por cento de chance de sobrevivência. Quer dizer, [aquele] foi o pior dia da minha vida”, disse o esposo. “Estou com a Autumn desde os 14 anos. Eu não conheço a vida sem ela, então eles estavam me dizendo que ela não iria sobreviver. Foi terrível.”

Carver desenvolveu Síndrome de Dificuldade Respiratória Aguda, precisando ser entubada na UTI. O seu estado estava tão grave que os médicos cogitaram fazer o transplante do seus dois pulmões.

Rede de oração

O esposo de Carver resolveu compartilhar a sua história das redes sociais, a fim de criar uma rede de oração por sua vida. “Literalmente em todo o mundo milhões de pessoas estavam orando por nós”, disse ele.

No hospital, Zach também demonstrou confiança na sua recuperação diante dos médicos. “Eu disse a eles que não iria sair do hospital sem Autumn. Eu orava o tempo todo. Todo segundo. Não consigo explicar, só sabia que ela sobreviveria”, conta o esposo.

O momento mais marcante para Zach foi quando os médicos desenganaram a sua esposa, optando por desligar os aparelhos que a mantinham viva. “O médico principal disse que havia zero por cento de chance de ela sobreviver”, lembra o marido.

“Lembro-me de sair sozinho naquela tarde em algum lugar do hospital. Eu estava orando. Eu só sabia que ela não ia morrer”, disse ele. De fato, o casal passou a ver os frutos da persistência em oração no começo de outubro, quando os sinais vitais de Carter começaram a melhorar.

Depois disso, ela foi avaliada pelo Dr. Ankit Bharat, do Northwestern Memorial Hospital, em Chicago, famoso cirurgião torácico em sua área de atuação. O dele que veio a boa notícia enviada por Deus.

“Ele entrou e disse: ‘Você não precisa de um transplante de pulmão, você vai ficar bem.’ Foi uma notícia super boa”, lembra o marido. Após três meses internada lutando pela vida, Carter finalmente voltou para casa com o seu esposo, segundo a CBN News.

“Entramos na garagem, nossos vizinhos estavam em nosso quintal gritando. Estava tentando não chorar”, disse ele. “Foi uma série de emoções, foi feliz, apenas a oportunidade de ver meus filhos crescerem, de passar um tempo com meu marido. Todo dia é um presente”, conclui a esposa.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id; js.async = true;
js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.8&appId=297019197061979”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));



Source link

Comentários