‘Lobo em pele de cordeiro’: ex-pastor é condenado a 60 anos por abusos de meninos

Mundo Gospel


Um criminoso que atuava como pastor de jovens foi condenado a 60 anos de prisão depois de se declarar culpado em 13 acusações de agressão sexual e pornografia infantil envolvendo seis meninos diferentes.

Keenan Hord, 33 anos, foi pastor de jovens em duas igrejas da Convenção Batista do Sul, a maior denominação evangélica dos Estados Unidos. Ele atuou na Primeira Igreja Batista de Bentonville, em Arkansas, e na Igreja Batista Bellevue, em Arlington, no estado do Tennessee.

Ele foi preso em agosto de 2022 após crimes cometidos nos dois anos anteriores, quando ainda servia como pastor de jovens na Primeira Igreja Batista de Bentonville.

De acordo com informações do The Christian Post, ele se declarou culpado em 13 acusações diferentes, incluindo agressão sexual, indecência sexual com uma criança e posse ou exibição de material de pedofilia.

De início, o ex-pastor se declarou inocente, mas os detetives encontraram mais de 5 mil mensagens de texto entre ele e uma vítima. Documentos apresentados durante o processo mostraram que ele praticou “relação sexual ou desvio de atividade sexual” com vários menores em 2020-2021, enquanto trabalhava “em uma posição de confiança ou autoridade sobre as vítimas”.

No momento da prisão do ex-pastor, a Primeira Igreja Batista de Bentonville divulgou um comunicado: “Estamos ministrando aos sobreviventes e suas famílias que demonstraram uma coragem incrível em se apresentar. Estamos orando pela paz perfeita de Deus para aqueles que foram prejudicados e pela justiça de Deus para o abuso de Seu povo”.

Nathan Smith, promotor do condado de Benton, disse que assim que a igreja soube das acusações de abuso contra Hord, eles contataram as autoridades: “É horrível. Olha, até Jesus no Novo Testamento nos diz que há lobos em pele de cordeiro”, disse ele.

O promotor também afirmou que as vítimas e suas famílias estão felizes com a sentença de condenação: “A realidade é que, com uma pessoa como essa, você nunca vai conseguir o que acha que é igual ao que ela fez. Mas o que você pode chegar é a um ponto em que você sente que isso permite que as famílias sigam em frente”.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id; js.async = true;
js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.8&appId=297019197061979”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));



Source link

Comentários