Família é salva após seguir som de adoração em parque

Família Testemunho Testemunhos



Uma família destruída e necessitada de amor foi salva, após seguir um som de adoração em um parque, nos Estados Unidos.

Isela contou o testemunho de sua família durante um culto da Hungry Generation. A jovem disse que cresceu em um lar pobre e turbulento.

Seus pais a tiveram quando ainda eram adolescentes. “Minha mãe tinha 14 anos e meu pai, 16”, afirmou.

Com muitas dificuldades financeiras, o casal e a filha moravam em uma casa com outros parentes. A família era católica e Isela cresceu vendo os familiares adorarem ídolos.

Lar turbulento

Além disso, seu pai era violento com sua mãe. “Eu vi meu pai machucar fisicamente minha mãe. Ele era um homem muito abusivo e alcoólatra. Então, cresci pensando que é assim que um homem deve tratar uma mulher. Onde a mulher fica quieta e o homem pode fazer o que quiser. Sempre cresci com essa mentalidade”, revelou ela.

A situação piorou quando o pai abandonou a família e, logo depois, foi deportado dos EUA. “Ele era o meu mundo. E como filha, isso me machucou. Ficamos sem absolutamente nada. Então, ficamos morando em um hotel por um tempo e o dinheiro começou a acabar”, lembrou Isela.

A mãe e a filha, então com 12 anos de idade, acabaram morando na rua até irem para um abrigo. Mais tarde, com a ajuda de uma assistente social, elas foram morar em um quarto de uma residência.

Certo dia, um festival estava acontecendo na cidade e a mãe estava triste por não poder levar a família, por falta de dinheiro.

Então, um familiar deu a ideia de todos saírem para dar um passeio a pé pela região. Isela não imaginava que o simples passeio mudaria sua família para sempre.

“Enquanto caminhávamos, ouvimos uma música de adoração. E nunca tínhamos ouvido música de adoração antes. Estávamos acostumados com os gritos e tudo, então foi muito bom ouvir”, disse ela.

Recomeço no parque

A família decidiu seguir a música e acabaram em um parque, onde cristãos de uma igreja local estavam reunidos, louvando a Deus ao ar livre.

Tocada pelo louvor, a mãe começou a chorar. Então, o pastor da igreja se aproximou e orou por ela.

“Eu gosto de dizer que ele e sua família nos resgataram. Porque a partir daquele momento, havia um arco-íris no céu e era como um novo começo no parque. Esse foi o ponto de virada para minha família”, declarou Isela.

Naquele mesmo ano, a adolescente foi ao retiro de jovens da igreja e teve um encontro com Deus.

“Me lembro de encontrar Deus pela primeira vez na minha vida, falando em línguas e não sabia que estava falando em línguas naquela época. Mas lembro que simplesmente me apaixonei por Deus”, relatou.

A menina aceitou Cristo como seu Salvador e passou a interceder para que o resto da sua casa também recebesse a salvação.

“Aos poucos, começamos a derrubar os altares de ídolos que tínhamos. E minha família está salva!”, testemunhou Isela.



Source link

Comentários