Igrejas são encorajadas a se envolver na luta contra o tráfico humano e a escravidão moderna

Mensagens


Tráfico humano (Imagem representativa: Canva Pro)
Tráfico humano (Imagem representativa: Canva Pro)

A turnê Churches Against Trafficking (Igrejas Contra o Tráfico), da instituição de caridade One by One, tem visitado igrejas em toda a Inglaterra e na Ilha de Man (uma dependência autónoma da coroa britânica no mar da Irlanda, entre Inglaterra e a Irlanda) destacando como os cristãos podem fazer parte da campanha para acabar com o flagelo.

O trabalho das igrejas será apresentado em um documentário da TBN, no Reino Unido, exibido no Dia Anti-Escravidão em 18 de outubro, e uma recepção nas Casas do Parlamento na mesma semana.

A campanha está sendo apoiada por Andrew Selous, deputado de South West Bedfordshire e comissário do Second Church Estates, que disse estar “horrorizado” ao saber que 50 milhões de pessoas estão presas na escravidão em todo o mundo hoje.

Ele disse que era um “grande problema” e que já havia encontrado casos em seu próprio eleitorado.

Ele disse que era uma questão “com a qual as igrejas precisam estar realmente envolvidas”.

“Muitas pessoas podem ter pensado que acabamos com a escravidão com a grande campanha de William Wilberforce, mas fiquei chocado ao descobrir que há mais pessoas na escravidão moderna sendo traficadas hoje do que nunca”, disse ele.

“As igrejas têm um grande papel a desempenhar aqui no Reino Unido e globalmente no apoio a esse importante trabalho, para alguém ser escravo de outro ser humano, é negar sua dignidade como alguém criado à imagem do Deus vivo, então deve ser algo que toca a todos nós como cristãos e é por isso que estou tão feliz em apoiar o trabalho que o One By One está fazendo”.

One By One trabalha com crianças vítimas de trabalho forçado nas olarias do Paquistão. Por meio de sua iniciativa Dignity Project, está trabalhando em oito países para fornecer absorventes higiênicos reutilizáveis ​​a meninas em risco de tráfico e ajudá-las a permanecer na escola.

A CEO da One By One, Becky Murray, disse: “Agora há mais pessoas na escravidão do que nunca – e será necessário muito mais do que uma instituição de caridade para impedir isso.

“Precisamos do apoio de todas as igrejas, de todos os políticos e de todos os que têm voz. Se todos fizermos nossa parte, poderemos começar a ver o fim da exploração e ver a liberdade chegar a muitas vidas em todo o mundo.”

Folha Gospel com informações de The Christian Post





Source link

Comentários