Jornalista é expulsa da Nicarágua por defender cristãos perseguidos no país

Mensagens



A jornalista hondurenha Kenya Lili González Sánchez foi expulsa da Nicarágua na última sexta-feira (4), por defender líderes cristãos perseguidos no país. Ela denunciou a situação em um vídeo publicado em suas redes sociais.

Kenya contou que entrou na Nicarágua por um posto de fronteira com Honduras, onde se apresentou como jornalista.

As autoridades permitiram que ela continuasse a viagem, mas fizeram perguntas “bastante peculiares”.

Segundo a jornalista, a cerca de 20 ou 30 quilômetros de Managua, agentes da Direção Geral de Migração e Estrangeiros bloquearam sua passagem e informaram que ela deveria acompanhá-los.

“Eles me mandaram de volta em patrulhas de migração para a fronteira, sem me dar uma única explicação. Obviamente não expressei nenhuma resistência porque estamos falando de vários agentes masculinos e uma única mulher”, relatou a jornalista.

Perseguição religiosa contra a jornalista na Nicarágua

No posto de fronteira, recolheram sua mala e a levaram para outro cômodo, enquanto ela esperava uma explicação sobre o que havia acontecido. 

Depois de um tempo esperando, ela foi informada através de um documento que não era uma pessoa bem recebida pelo governo da Nicarágua por fazer publicações a favor dos cristãos no país.

“Eu posso defender os cristãos da Nicarágua, eu posso defender os crentes de qualquer país, porque esse é o meu critério religioso”, disse Kenya.

E continuou: “Não concordo com a perseguição dos sacerdotes na Nicarágua, mas nunca pensei que eu fosse uma ameaça para o governo. É por isso que eu faço essa denúncia pública, porque o motivo da minha expulsão é por defender os cristãos”.

Segundo a jornalista, essa não foi a primeira vez que ela visitou a Nicarágua. Kenya costumava ir ao país como turista porque é “apaixonada pelos vulcões ativos”. 

No entanto, nesta ocasião, ela ficaria apenas três dias porque seu destino era a Costa Rica.

“Há um regime instalado na Nicarágua que infelizmente todos sabemos como funciona”, concluiu a jornalista.



Source link

Comentários