Nordeste tem os estados onde menos igrejas evangélicas foram abertas

Destaques Mensagens


Novos dados da pesquisa realizada pelo cientista político Victor Araújo, da Universidade de Zurique e do Centro de Estudos da Metrópole, da Universidade de São Paulo (USP), mostram os estados onde mais igrejas foram abertas e também onde menos igrejas foram abertas.

O pesquisador analisou que entre 2010 e 2019 o número de templos evangélicos no Brasil saltou de 54 mil para 104 mil, mas no Nordeste estão os estados com menos igrejas abertas no período.

Os estados Ceará, Maranhão, Piauí e Rio Grande do Norte lideram a lista dos que tiveram menos igrejas abertas, possuindo menos de 20 igrejas evangélicas por 100 mil habitantes.

Para se ter uma ideia, o estado com mais templos abertos nos últimos dez anos foi o Espírito Santo que tem mais de 80 igrejas por 100 mil habitantes. Já os estados de Mato Grosso do Sul, Rondônia e São Paulo, empatam com mais de 60 templos por 100 mil brasileiros cada um.

Na pesquisa intitulada “Surgimento, trajetória e expansão das igrejas evangélicas no território brasileiro ao longo do último século” é possível notar que as igrejas evangélicas se concentram em grandes centros urbanos, deixando as áreas como o sertão e o agreste nordestino com menos templos.

Comentários