Novo exame psicológico OBRIGATÓRIO para condutores: Preciso pagar? É caro?

Educação Notícias


Foi aprovado o Projeto de Lei do Senado (PLS) 98/2015, que traz consigo uma alteração muito importante para os condutores de todo o país. A partir de agora, o exame psicológico é obrigatório na renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Visando melhorar a segurança nas estradas, o Projeto foi votado e aprovado no último dia 11.

Exigindo que todos os motoristas, independentemente de sua categoria, passem por uma nova avaliação psicológica na renovação. Antes disso, tal avaliação era requerida apenas para obter a CNH incialmente. A condução segura envolve uma combinação de habilidades cognitivas, emocionais e motoras. A avaliação psicológica de condutores pode ajudar a identificar áreas de força e fraqueza, além de fornecer orientação para treinamento e intervenções adequadas.

Medida visa melhorar a segurança nas estradas do país. (Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br)

O que pode ser avaliado num teste psicológico para condutores?

  • Atenção e Concentração: Avalia a capacidade do condutor de manter o foco na estrada e em eventos em constante mudança ao seu redor.
  • Percepção Visual e Auditiva: Avalia a capacidade do condutor de perceber sinais de trânsito, obstáculos e sons importantes enquanto dirige.
  • Tomada de Decisão: Avalia como o condutor lida com situações imprevistas e faz escolhas rápidas e apropriadas ao volante.
  • Tempo de Reação: Avalia quão rapidamente o condutor responde a estímulos inesperados, como um pedestre atravessando repentinamente a rua.
  • Aptidão Emocional: Avalia a capacidade do condutor de lidar com o estresse e as emoções durante a condução, evitando comportamentos agressivos e arriscados.
  • Habilidades de Coordenação: Avalia a coordenação motora do condutor, que é essencial para operar os controles do veículo de forma eficiente.
  • Conhecimento das Regras de Trânsito: Avalia o conhecimento do condutor sobre as regras e regulamentos de trânsito.
  • Tolerância à Frustração: Avalia como o condutor reage a situações frustrantes ou estressantes no trânsito.
  • Nível de Atenção Dividida: Avalia a capacidade do condutor de executar múltiplas tarefas ao mesmo tempo, como dirigir e seguir as direções do GPS.
  • Comportamentos de Risco: Avalia se o condutor tende a assumir riscos desnecessários ao volante, como excesso de velocidade ou uso de dispositivos eletrônicos enquanto dirige.

Esse tipo de avaliação, só pode ser conduzido por profissionais especializados em saúde mental. Devidamente conduzida em uma clínica credenciada pelo Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN). Lembrando que motoristas com deficiência física são avaliados de forma justa, dentro de sua realidade. Além de testes escritos, resolução de cálculos, desenhos… O candidato também conta com uma entrevista verbal. Onde são observadas a autenticidade e espontaneidade de suas respostas.

A validade do exame somente será confirmada após o registro do mesmo mediante a coleta da biometria – tanto no início quanto no término da avaliação psicológica. O custo da avaliação psicológica gira em torno de R$ 131,90. Podendo variar de estado para estado.

Veja mais: Veja os principais erros de quem reprovou no psicotécnico do DETRAN

O Brasil e seu compromisso com a ONU

A partir de 2021, o Brasil reiterou seu compromisso em diminuir as fatalidades nas vias em um período de dez anos. É necessário que as metas propostas pela ONU sejam efetivadas até 2030. De acordo com pesquisadores do Ipea, alcançar esse objetivo exige investimentos em educação, infraestrutura, transporte público e atendimento.

Veja mais: Quem não seguir esta nova regra da CNH, ficará sem carteira!



Source link

Comentários