“O diabo usou a música para esfriar espiritualmente essa nação”, diz Sarah Sheeva

Destaques Mensagens


A pastora Sarah Sheeva se pronunciou sobre a série de pregações que a Igreja Lagoinha Global tem realizado sobre a temática LGBTQ+. As ministrações do pastor André Valadão estão viralizando e gerando muitas críticas e mensagens de apoio.

Sheeva então comenta que os pastores não estão tratando da forma correta sobre a santificação e que é preciso pregar contra músicas seculares que, para ela, foram usadas pelo diabo para esfriar espiritualmente o Brasil.

“Pastor, pra não acontecer tem que começar pela santificação do Altar, principalmente removendo a prática de ouvir músicas do mundo, pois essa foi a principal ‘arma’ que o diabo usou para esfriar espiritualmente essa nação. Shows são cultos disfarçados”, disse ela.

Ela é contra a participação de cristãos em shows seculares. Valadão, por exemplo, já esteve na apresentação de Justin Bieber.

“Não tem como guerrearmos contra um principado de uma cidade, depois de ir num show do mundo, levantar as mãos lá, cantar e pular lá, celebrando o que está sendo liberado lá. Nós somos um templo, dentro de nós também existe um Altar”, ensinou ela.

E continua: “Precisamos nos consagrar, nos santificar. Se não removermos da nossa vida as músicas inspiradas pelo espírito do mundo, nosso destino será igual ao desse país, e não faremos diferença alguma”.

Exibir Gospel / Leiliane Lopes

Comentários