Pastor alerta sobre ataque ao conceito de família e convoca cristãos à defesa de valores

Destaques Notícias Notícias Gospel


Na última semana, o pastor e fundador da Igreja Aliança do Calvário, Paulo Junior, concedeu uma entrevista exclusiva ao podcast “Inteligência Ltda.”, apresentado por Rogério Vilela. Durante a conversa, o pastor abordou a crescente desmoralização do conceito de família e a necessidade de os cristãos se unirem em defesa dos valores que moldaram a sociedade.

Para Paulo Junior, todas as investidas que visam minar a importância da família estão diretamente relacionadas à construção de uma estrutura de poder hegemônica, tanto a nível nacional quanto global. “Não existe instituição mais atacada em nosso tempo do que a família. Tudo é meticulosamente planejado. Não se trata de um ataque aleatório. Quando se almeja um plano de poder que seja bem-sucedido em escala nacional, continental e mundial, a família é a última base a ser derrubada. É o último bastião de poder que precisa ceder para que o plano se estabeleça”, destacou.

Ampliando sua abordagem para a política internacional, Paulo Junior acrescentou: “Estamos testemunhando um movimento global, uma mudança de paradigma no governo, onde os valores judaico-cristãos e a família tradicional estão sob ameaça. Essa nova fase de governança tem como alvo principal esses valores. Para que essas mudanças se concretizem, a família se torna um obstáculo. É preciso que ela seja subjugada.”

O pastor chamou a atenção para os diversos meios pelos quais esse ataque é conduzido, incluindo a indústria cinematográfica, literatura, artes cênicas e entretenimento em geral. Ele apontou que esses campos têm adotado perspectivas que questionam a família tradicional e os valores morais, buscando minar a coesão da sociedade sustentada pelos valores cristãos e judaico-cristãos.

“Conscientes deste ataque, temos a responsabilidade de defender nossas famílias. O Estado está tentando tomar o controle sobre nossos filhos, querendo substituir a autoridade dos pais e mães. Estão até interferindo na questão do sexo, negando a biologia e a genética e promovendo uma orientação como determinante. Isso é inaceitável e tem como intuito distorcer a essência da família“, afirmou o pastor.

Assista:

Comentários