Pastor defende golpistas e sugere a fiéis ‘pegar em armas’

Mensagens


Pastor defende golpistas e sugere a fiéis ‘pegar em armas’

Pastor Mauro Sérgio Aiello`(Reprodução)

Durante o culto do último domingo (8), o pastor Mauro Sérgio Aiello, da Igreja Presbiteriana do Brasil em Mogi das Cruzes (SP), fez declarações polêmicas transmitidas ao vivo pelo canal da IBCM no Youtube.

O líder religioso disse, em sua pregação, que o país está na iminência de uma “guerra civil”, e sugere que o brasileiro deve pegar em armas para se defender. Ele afirmou ainda que o momento é de “agir”.

“A corda esticou e está quebrando, minha gente. E eu vejo um país na iminência de uma guerra civil e de uma convulsão […]. Nós não vamos pegar em armas para atacar, mas se for necessário pegar para nos defender nós o faremos. O brasileiro de verdade não foge à luta. Somos uma nação pacífica e ordeira, mas há um momento em que nós precisamos agir”, disse.

Mauro também alegou, sem apresentar nenhuma prova, que as urnas eletrônicas não são confiáveis e questionou a lisura do processo eleitoral brasileiro.

“Antigamente, a gente dizia assim: ‘Nós vamos mudar o Brasil nas urnas’. Alguns diziam: ‘É nas urnas que nós vamos mudar o Brasil’. Não é bem assim, meus irmãos! Eu me senti como marionete indo às urnas e vendo que fiz até o papel de palhaço, porque estava tudo certinho. Está tudo ajeitado (…) Tudo foi arranjado. Nós fizemos parte do jogo”, disse o pastor.

“Nem mesmo as Forças Armadas, escaladas pelo ex-presidente Jair Bolsonaro para apurar a lisura das eleições, encontrou ilegalidades no processo eleitoral”, finalizou.

Assista ao vídeo:







Source link

Comentários