PF prende cantora gospel e pastor envolvidos nos atos golpistas de 8 de janeiro

Mensagens


Nesta quinta-feira (17), a Polícia Federal (PF), cumpriu dez mandados de prisão durante a 14ª fase da operação Lesa Pátria, que tem como alvo os responsáveis por convocar os atos antidemocráticos de 8 de janeiro nas redes sociais.

Entre os suspeitos estão à cantora gospel Fernanda Ôliver e o pastor Dirlei Paiz. Os influencers bolsonaristas Rodrigo Lima e Isac Ferreira também foram presos.

A convocação para os atos golpistas se deu por meio do código “festa da Selma”, que instruía os manifestantes a invadirem os prédios pertencentes aos Três Poderes. Todas as prisões foram decretadas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

A cantora Fernanda Ôliver ficou conhecida como a “musa” das manifestações dos atos golpistas de 8 de janeiro, que começaram com acampamentos em frente ao Quartel General do Exército em Brasília.

Com cerca de 134 mil seguidores no Instagram, Ôliver chegou a gravar o “hino das manifestações”. Ela acabou desativando o perfil após o começo das ações das forças de segurança.

Alguns trechos das invasões ao Congresso Nacional foram, inclusive, registrados por Ôliver durante as lives que fazia no Instagram.

Já o pastor Dirlei Paiz, é uma figura conhecida em Blumenau, em Santa Catarina. O religioso, de 40 anos, usava as redes sociais para incitar os atos golpistas em Brasília e anunciar as caravanas à cidade.

Foram listadas 43 cidades onde se podia pegar um ônibus para a tal “festa da Selma”, no dia 8 de janeiro.

“O código é festa da Selma, vai acontecer uma festa de aniversário enorme e existe uma organização muito grande para juntar e preparar os convidados (…) a organização antes da festa vai ser em um lugar não conhecido, onde as pessoas estão há mais de 65 dias [referência ao Quartel General do Exército em Brasília]. E de lá..todos sairão para a festa [Praça dos Três Poderes”, dizia o texto.

Assista ao vídeo

Fernanda Ôliver e o pastor Dirlei Paiz (Reprodução)





Source link

Comentários