Rumores de que sequência de "A Paixão de Cristo" seria filmada em 2023 são falsos

Notícias



Os rumores de que a sequência de “A Paixão de Cristo” seria filmado em 2023 são falsos, de acordo com apuração do Church Leaders.

A notícia sobre o início das gravações do novo filme “A Paixão de Cristo: Ressurreição” foi divulgada por diversos sites cristãos internacionais, após o jornalista de cinema Jordan Ruimy informar, em seu blog “World of Reel”, que Mel Gibson filmaria a sequência em alguns meses.

“Uma produção no final da primavera está sendo observada com Jim Caviezel definido para retornar no papel de Jesus”, afirmou o jornalista.

Segundo Jordan, a sequência do campeão de bilheteria estava sendo desenvolvida há 10 anos pelo diretor Mel Gibson.

“Gibson tem trabalhado arduamente no roteiro com o roteirista de ‘Braveheart’, Randall Wallace, já houve seis rascunhos”, disse ele.

Porém, o Church Leaders entrou em contato com a agência de comunicação e marketing de Mel Gibson, a Rogers & Cowan PMK, que afirmou que os rumores são falsos.

“Os representantes da Rogers & Cowan PMK informaram ao Church Leaders que, embora tenha sido relatado que o filme está atualmente em andamento, não há planos imediatos para seguir em frente”, informou o site.

Campeão de bilheteria

Lançado em 2004, “A Paixão de Cristo” continua sendo o filme com tema bíblico de maior bilheteria até hoje.

A produção, que ficou famosa por retratar a crucificação de Cristo de forma crua e impressionante, recebeu três indicações ao Oscar, nas categorias Fotografia, Trilha Sonora e Maquiagem.

Na época do lançamento, Mel Gibson declarou que se sentiu inspirado por Deus para fazer a produção, que se tornou uma experiência espiritual para ele.

“Alguns anos atrás, eu estava olhando pela janela, me perguntando por que não deveria pular. A vida não tinha sentido. Era chata. Sem propósito. Foi quando me voltei para Ele. Foi quando o meu relacionamento com Cristo realmente começou a crescer”, disse o diretor, ao DTS Voice.

“Eu era um cara mau, um homem realmente horrível. Meus pecados foram os primeiros a pregá-lo na cruz. Eu queria contar a história dele”.

Com um orçamento de US$ 30 milhões, “A Paixão de Cristo” arrecadou 612 milhões de dólares, se tornando um dos filmes independentes de maior sucesso de todos os tempos.



Source link

Comentários