Sequestradores no Haiti exigem US$ 1 milhão pela enfermeira cristã e sua filha

Mensagens


A enfermeira americana Alix Dorsainvil (esquerda) e seu marido, Sandro Dorsainvil (direita), fundador e diretor da El Roi Academy and Institution Mixte Vwatizang Ayisyen Yo, um ministério cristão no Haiti. | El Roi Haiti
A enfermeira americana Alix Dorsainvil (esquerda) e seu marido, Sandro Dorsainvil (direita), fundador e diretor da El Roi Academy and Institution Mixte Vwatizang Ayisyen Yo, um ministério cristão no Haiti. | El Roi Haiti

Os sequestradores emitiram um pedido de resgate de US$ 1 milhão para a enfermeira americana e sua filha, que foram recentemente levadas por homens armados no Haiti.

Alix Dorsainvil, de New Hampshire, trabalhava em Porto Príncipe com uma organização sem fins lucrativos como profissional médica quando ela e sua filha foram sequestradas de uma clínica administrada pelo ministério cristão El Roi Haiti.

Uma paciente, Lormina Louima, disse aos repórteres: ‘Quando vi a arma, fiquei com tanto medo. Eu disse: ‘Não quero ver isso. Me deixar ir.’”

De acordo com o Daily Mail, o porta-voz do Departamento de Estado, Matthew Miller, disse: “Obviamente, a segurança dos cidadãos americanos no exterior é nossa maior prioridade.

‘Estamos em contato regular com as autoridades haitianas. Continuaremos a trabalhar com eles e com nossos parceiros interagências do governo dos EUA.

“Mas como é uma investigação policial em andamento, não há mais detalhes que eu possa oferecer”.

Alix se formou no Regis College em Weston, Massachusetts. Ela é descrita por amigos como uma “‘pessoa profundamente compassiva” e “amorosa que considera o Haiti seu lar e o povo haitiano seus amigos e família” pela organização sem fins lucrativos.

“Alix tem trabalhado incansavelmente como enfermeira comunitária para trazer alívio para aqueles que estão sofrendo enquanto ela ama e serve o povo do Haiti em nome de Jesus”, disseram amigos sobre ela.

Ela é casada com o fundador e diretor da organização, Sandro Dorsainvil. Sandro foi criado na capital do Haiti antes de estudar nos Estados Unidos.

No mesmo dia em que Dorsainvil foi sequestrado, o secretário de Estado, Antony Blinken, emitiu um comunicado, dizendo que havia uma ‘profunda preocupação com a situação [no Haiti], particularmente no que diz respeito à violência e às atividades das gangues’ durante uma reunião com sua contraparte australiana.”

Oração pela enfermeira e sua filha

O ministério de educação cristã no Haiti El Roi Haiti, do qual a enfermeira de New Hampshire Alix Dorsainvil e sua filha foram sequestradas enquanto ela trabalhava para o ministério “seguindo os passos de Jesus”, pediu mais orações por seu retorno seguro.

“Por favor, continue orando conosco pela proteção e liberdade de Alix e sua filha. Enquanto nossos corações se partem por esta situação, também continuamos a orar pelo país e pelo povo do Haiti e pela libertação do sofrimento que eles enfrentam diariamente”, disse o ministério em um comunicado na segunda- feira.

O ministério prometeu que não vai parar de orar até que a enfermeira e sua filha sejam liberadas.

“Entregamos esta situação a Deus sabendo que Ele é bom, então até que Alix e sua filha voltem para nós com segurança, faremos como está escrito no Salmo 27:14 ‘Espera no Senhor; seja forte, tenha ânimo e espere no Senhor’”, observou o ministério.

Folha Gospel com informações de Christian Headlines





Source link

Comentários