Sérgio Lopes apaga posts com referências a Bolsonaro: “Desapontado”

Mensagens


Cantor evangélico Sérgio Lopes (Foto: Reprodução/Instagram de Sérgio Lopes)
Cantor evangélico Sérgio Lopes (Foto: Reprodução/Instagram de Sérgio Lopes)

O cantor gospel Sérgio Lopes, que chegou a receber uma mensagem do então presidente Jair Bolsonaro, quando foi internado após um quadro de derrame, no ano passado, apagou todas as publicações consideradas bolsonaristas de suas redes sociais.

Sérgio foi um defensor do governo Bolsonaro, tanto que articuladores orientaram o presidente, à época, para gravar um vídeo desejando melhoras ao cantor, no momento em que ele estava no hospital, e isso o encorajou ainda mais a defender o então chefe do Executivo.

Passadas as eleições, o cantor apagou tudo sobre o ex-presidente de suas redes sociais, o que foi percebido por seus seguidores.

Em um post para divulgar que estaria se apresentando em uma igreja no dia 10 de janeiro, os seguidores começaram a perguntar sobre as postagens referentes a Bolsonaro. O cantor não fugiu e respondeu alguns seguidores.

“Genteeee cadê as publicações do MITO ?”, perguntou uma seguidora.

“Chega de radicalismo. Sempre fui da paz e continuarei sendo. Quando descamba pra fanatismo tô fora. Abraço.”, respondeu o cantor.

“Apagou as msg de apoio ao mito fujão?”, perguntou outra.

“Fugi do que? Nunca fui militante. Cheguei onde cheguei sem nenhum mito me ajudando. Apenas sigo meu caminho. Nunca fui de radicalismos. Abraço.”, respondeu Sérgio Lopes.

Outra seguidora perguntou se apoiar alguém “que apoiava a prática de tortura e pregava sobre guerra civil desde os anos 90 não era radicalismo?”

Sérgio Lopes disse: “até onde sei ele não torturou ninguém nem pregou guerra civil. Sempre se sujeitou à Constituição”.

Quando foi perguntado por uma seguidora porque apagou todos os posts sobre o ex-presidente Bolsonaro, Sérgio Lopes disse que estava desapontado, mas não entrou em detalhes. Ele também disse que não era radical e sim, pelo bom senso.

“Desapontado com algumas coisas. Mas também nunca fui radical. Sou pelo bom senso. Abraço.”, respondeu o cantor.

Outro seguidor perguntou: “Ué, pulou do barco bolsonsrento?”

“Ele perdeu. Não sou de ficar remoendo derrota. Vida que segue. Vamos cuidar do nosso trabalho. Abraço.”, disse o cantor respondendo outra seguidora que perguntou se ele tinha desistido do bolsonarismo.

Sérgio Lopes, foi candidato ao cargo de deputado federal pelo PTB do Rio de Janeiro, em 2022, mas não conseguiu ser eleito. Para ele, em resposta a um seguidor, a política ficou no passado.

“Tenho muitos outros assuntos a resolver. A política ficou para trás. Meu universo é musical. A política ficou no passado. Abraço.”

Folha Gospel com informações de Fuxico Gospel e Instagram de Sérgio Lopes





Source link

Comentários