Sofia Manzano é uma infiltrada nos atos de 8 de janeiro #boato

Mensagens Política


Boato – A assessora de Lula Sofia Manzano foi filmada insuflando manifestantes golpistas para realizar os atos de vandalismo no dia 8 de janeiro. Ela era uma esquerdista infiltrada.

Estamos vendo constantemente um tipo de desinformação relacionado aos atos de vandalismo do dia 8 de janeiro de 2023: a tese de que tudo foi feito por “infiltrados” que provariam que foi a “esquerda que planejou tudo”. Mais um vídeo neste sentido está circulando online.

Nas imagens, uma mulher fala com manifestantes acampados em frente ao quartel do Exército em Brasília. Por ser loira e utilizar óculos, mensagens começaram a apontar que se trataria de Sofia Manzano, identificada como “assessora de Lula”. O que não faltaram foram adjetivos nas publicações. Leia alguns dos textos que circulam online:

Versão 1: Essa é a diabólica chamada Sofia Manzano, assessora de Lula que direcionou o povo aos ônibus no dia 08/01 Versão 2: Essa é a cadela chamada Sofia Manzano, assessora de Lula que direcionou o povo aos ônibus no dia 08/01 Versão 3: ESSA MULHER É A QUE ENGANOU OS PATRIOTAS, FEZ QUASE IGUAL RITLLE, SÓ FALTOU A CÂMARA DE GAZ PRA MATAR TODOS. SAFADA VIGARISTA ASSESSORA DO LULALADRÃO.

Sofia Manzano está envolvida nos atos golpistas de 8 de janeiro?

Estamos vendo há alguns dias a tal história se espalhar na internet, principalmente entre perfis e grupos bolsonaristas que atuam online. Porém, é falsa a informação que aponta que a pessoa do vídeo em questão seja Sofia Manzano. Aliás, o que não falta é informação falsa na mensagem em questão.

Uma delas está na identificação de Sofia Manzano. As mensagens (que, por sinal, têm características de fake news como o tom vago, o caráter alarmista, os erros de português e a falta de citação de fontes confiáveis) a identificam como “assessora de Lula”. Sofia Manzano não ocupa o cargo em questão. Na realidade, ela foi candidata à Presidência da República em 2022 pelo PCB e também é professora universitária.

Confira também: é falso que Luciano Huck seja dono de ONG envolvida em tráfico no Rio



O segundo erro está em apontar que o vídeo em questão era de alguém insuflando os golpistas a invadirem o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o STF. Intenções de quem falava à parte, o vídeo foi gravado no dia 9 de janeiro em um contexto no qual manifestantes estavam desocupando acampamentos e sendo presos.

O terceiro e principal está na identificação da pessoa. A mulher que está no vídeo não é Sofia Manzano. A voz e a fisionomia da pessoa mostram que não se trata da candidata do PCB nas eleições de 2022.

Para completar, a própria Sofia negou a fake news. Por meio do Twitter, ela apontou que não se trata da pessoa e que vai tomar medidas judiciais para quem espalhou a desinformação. Leia duas destas publicações:

Versão 1: ALERTA: Tenho recebido ameaças e xingamentos por conta desse tipo de fake news. Estou tomando providências judiciais. Versão 2: Camaradas e amigos/as, sofro rotineiramente ataques e xingamentos da extrema direita e fascistas. Só que agora passaram do limite. Vou tomar providências legais com relação à essas fake news.

Vale apenas lembrar que não é a primeira vez que figuras públicas são utilizadas em fake news que apontam para “infiltrados” no 8 de janeiro. Aqui no Boatos.org já desmentimos, só para ficar em dois exemplos, fakes sobre a filha da Dilma e sobre o sobrinho de Zeca do PT. Na realidade, estas fake news episódicas só servem para reforçar uma tese falsa maior: de que a culpa do 8 de janeiro foi da esquerda.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que Sofia Manzano foi flagrada com manifestantes no dia 8 de janeiro de 2023. Ela não é assessora do presidente Lula e também não é a pessoa que está no vídeo que viralizou na internet.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.





Source link

Comentários