Ucrânia: mais de 90 pessoas são batizadas, em meio à guerra

Mensagens


Mulher é batizada na Ucrânia (Foto: União Ucraniana)
Mulher é batizada na Ucrânia (Foto: União Ucraniana)

O ano de 2022 terminou, e, apesar dos eventos perturbadores da guerra na Ucrânia, muitas pessoas ouviram a voz do Salvador Jesus Cristo.

Há quase um ano a Rússia invadiu a Ucrânia, desencadeando destruição, mortes e deslocamentos do povo ucraniano que fugia da devastação da guerra. Os que não conseguiram sair, precisaram conviver com uma profunda crise humanitária.

Nas cidades de Kiev, Dnipro, Odesa, Vinnytsia, Sumy, Boyarka, Chernihiv, a Igreja Adventista ucraniana levou ajuda humanitária e distribuiu alimentos aos moradores. A maioria dos recém batizados conheceram o Evangelho através dessas ações.

Em Odesa, cinco ucranianos foram batizados pela igreja, iniciando uma nova vida com Cristo.

Dias depois, em Dnipro, 55 pessoas desceram às águas, testemunhando sua fé em Jesus. Os novos convertidos vieram das regiões de Dnipropetrovsk, Zaporizhzhya e Donetsk, incluindo assentamentos da linha de frente.

Na capital Kiev, uma campanha evangelística, no Centro Espiritual Left Bank com o evangelista Viktor Begas, resultou em oito vidas salvas que decidiram pelo batismo.

Liderada pelo pastor local Yevhen Budza, a Festa do Batismo nas Águas foi realizada na cidade de Vinnytsia, onde 16 ucranianos nasceram de novo, no dia 17 de dezembro. A pessoa mais velha batizada tinha 83 anos, e a mais nova tinha 12 anos.

Um dos batizados testemunhou que ouviu o Evangelho enquanto esperava para receber comida, em uma ação social da igreja.

Na comunidade de Sribne, na região de Chernihiv, cinco pessoas também foram batizadas, no mesmo dia.

Na região de Sumy, congregações adventistas testemunham quebrantamento e salvações durante o conflito.

As igrejas ficaram lotadas de pessoas sedentas pela Palavra de Deus e muitas delas se arrependeram e entregaram suas vidas a Cristo.

Folha Gospel com informações de Guia-me e Notícias Adventistas





Source link

Comentários