Vídeo de sermão de Billy Graham contra o Orgulho viraliza: ‘Você vai desmoronar’

Destaque Mensagens Mundo Gospel Sociedade


Considerado por muitos o maior evangelista do século XX, o pastor Billy Graham continua impactando vidas através das suas pregações, mesmo após o seu falecimento em 21 de fevereiro de 2018, aos 99 anos de idade.

Isso, porque, admiradores do lendário pregador têm feito questão de deixar vivo o legado de Graham, não só através da republicação de livros e sermões, mas também do compartilhamento de vídeos com trechos ou mesmo mensagens inteiras.

Exemplo disso é o trecho de uma pregação onde Billy Graham falou sobre o pecado do orgulho. O recorte da gravação viralizou nas redes sociais, obtendo mais de 59 mil curtidas apenas em um perfil dedicado a seus conteúdos, no Instagram.

O pastor diz que, para Deus, o orgulho é um dos piores pecados, e que a Bíblia está repleta de advertências sobre os orgulhosos. Segundo Billy Graham, todos os líderes que se deixam tomar pelo sentimento de orgulho uma hora acabam destruídos pelo Senhor.

Outro Orgulho

Recentemente, quem virou alvo de ataques por falar contra o orgulho foi o pastor André Valadão, líder global da Igreja Batista da Lagoinha. Na ocasião, o religioso se referia ao movimento LGBT+, que anualmente realiza marchas pelo mundo utilizando a expressão “orgulho” em alusão ao seu estilo de vida.

Segundo Valadão, os ataques que sofreu em decorrência da sua pregação, que foi retirada de contexto para dizer que o mesmo estaria incentivando a violência contra o público LGBT+, faz parte de uma reação que visa censurar a pregação cristã.

“A grande mídia se levanta para tentar gerar uma notícia que você se constrange, ou você é inibido, amedrontado, e isso tem gerado – e gera na vida de muitos cristãos por causa da pacificação que é o Evangelho – a falta de discernimento de se levantar e militar por aquilo que você crê na sua casa, sua família”, disse o pastor.

Assista, abaixo, o vídeo onde Billy Graham alerta sobre o perigo do orgulho:

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id; js.async = true;
js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.8&appId=297019197061979”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Comentários